Início Mundo Biden contacta aliados europeus após conversa com Presidente russo

Biden contacta aliados europeus após conversa com Presidente russo

 

Na sequência da sua conversa telefónica com Putin, que segundo as agências noticiosas russas durou cerca de duas horas e terminou próximo das 17:00 de Lisboa, Biden vai telefonar para o Presidente francês, Emmanuel Macron, para a chanceler alemã, Angela Merkel, para o primeiros-ministro italiano, Mario Draghi, e para o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

A Casa Branca recorda que Biden já tinha falado com estes seus aliados, tendo-lhes prometido que os manteria “em contacto próximo”, a propósito da cimeira telefónica com o Presidente russo.

O assessor de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, responderá ainda hoje a perguntas dos jornalistas sobre o telefonema entre Biden e Putin, numa conferência de imprensa.

Tratou-se da segunda reunião entre os dois líderes, depois de um encontro presencial realizado em junho passado em Genebra (Suíça).

A conversação virtual ocorre numa altura de forte tensão nas relações russo-ucranianas, com Kiev a acusar a Rússia de concentrar mais de 90.000 soldados na fronteira com o objetivo de atacar o seu território durante o inverno.

Em paralelo, Moscovo acusa Kiev de ter concentrado 125.000 efetivos na região do Donbass (leste da Ucrânia), em plena linha da frente do conflito que envolve há vários anos forças ucranianas e separatistas pró-russos, o que significaria metade dos efetivos das Forças Armadas ucranianas.

De acordo com o jornal norte-americano Washington Post, os serviços de informações dos Estados Unidos admitem que a Rússia poderia aumentar a sua presença militar na fronteira com o país vizinho até aos 175.000 efetivos.

Na passada sexta-feira, Joe Biden admitiu estar a preparar um “pacote de iniciativas” para proteger a Ucrânia de um eventual ataque russo.

Leia Também: Biden lidera Cimeira para a Democracia com mais de 100 países convidados