Início Mundo AO MINUTO: Reabastecimento de autotestes; "Vacina segura para crianças"

AO MINUTO: Reabastecimento de autotestes; "Vacina segura para crianças"

Todos dias são detetados novos casos da variante Ómicron em diversos países – hoje, por exemplo, foi o caso da Tailândia e Argentina -, estando consequentemente o número de contágios a subir a nível mundial.

O apelo à vacinação em Portugal mantém-se, tanto por parte da Direção-Geral da Saúde como por figuras de renome. O país conta já com um avanço na vacinação da dose de reforço, tendo tido ontem início a administração da 2.ª dose da vacina da Janssen para pessoas com mais de 50 anos.

A vacinação de crianças dos 5 aos 11 anos foi recomendada por vários peritos, segundo revelou o comentador Luís Marques Mendes, sendo que a Região Autónoma da Madeira apontou dia 14 para iniciar a sua administração.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

10h25 – Sporting com testes negativos à Covid-19 antes da visita a Amesterdão

Os jogadores foram testados e todos obtiveram resultado negativo, não existindo novas baixas para Rúben Amorim para a visita ao Ajax, em jogo da 6.ª e última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. 

10h10 – Covid-19 ou gripe: como diferenciar neste outono/inverno?

Laura Brum, virologista e diretora médica da Synlab Portugal explica as diferenças. Para ajudar a população e a comunidade médica a efetuar a distinção entre a Covid-19 e a gripe, a SYNLAB Portugal dispõe do Teste de Diagnóstico de Infeções Respiratórias, que avalia qual o agente patogénico responsável pela infeção respiratória em causa.

9h50 – “Vacina é segura, é eficaz e é importante para proteger as crianças”

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, esteve, na manhã desta segunda-feira, na antena da SIC Notícias, onde versou acerca da provável recomendação por parte da Comissão Técnica de Vacinação da inoculação de crianças dos 5 aos 11 anos contra a Covid-19. Para o especialista, “há, efetivamente, razões para que possamos vacinar também estas faixas etárias”

9h35 – Autotestes à Covid-19: Reabastecimento será “regularizado” até amanhã”

O aumento da procura de autotestes associada às novas medidas do Governo, ditou um desaparecimento dos mesmos das prateleiras, mas o reabastecimento será “regularizado” até amanhã. A garantia foi dada pelo diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Gonçalo Lobo Xavier, ao Público.

“Amanhã [segunda-feira] e terça-feira vamos receber grandes volumes de autotestes que temos estado a encomendar aos laboratórios estrangeiros que os fabricam e que estão a chegar por avião ou por via terrestre”, referiu. 

9h15 – Futuras pandemias podem ser mais letais, diz criadora da vacina da Oxford

Uma das criadoras da vacina da Oxford/AstraZeneca defendeu hoje que as futuras pandemias podem ser mais letais do que a atual crise de covid-19 e que serão necessários mais recursos. “Esta não será a última vez que um vírus ameaçará nossas vidas e meios de subsistência”, disse Sarah Gilbert na conferência Richard Dimbleby, que foi gravada em Oxford e será transmitida hoje pela BBC.

“A verdade é que a próxima [pandemia] será pior, pode ser mais contagiosa ou mais letal, ou ambas as coisas”9h00 – Realizador brasileiro Sérgio Tréfaut fala sobre o impacto da pandemia no Brasil

Numa entrevista ao Notícias ao Minuto que incidiu sobre o seu mais recente filme ‘Paraíso’, Sérgio Tréfault abordou o impacto da pandemia no Brasil sob a liderança de Jair Bolsonaro e falou sobre o futuro do país com as eleições do próximo ano.

8h45 – Primeiros sinais sobre gravidade da Ómicron são “encorajadores”

O conselheiro da Casa Branca para a crise sanitária, Anthony Fauci, afirmou este domingo que os sinais vindos da África do Sul sobre a gravidade dos casos associados à variante Ómicron são “algo encorajadores”, mas sublinhou que são dados preliminares.

8h35 – Alemanha com mais 27.836 casos e 81 mortes por Covid-19

Atualmente, o país conta com menos 9.800 casos ativos do que ontem. A incidência dos últimos sete dias é de 441,9 por 100 mil habitantes, número superior ao registado na véspera (439,2). Neste momento, o número total de casos ativos é de, aproximadamente, 962 mil.

8h20 – Emigrantes no Canadá esperam regresso normal após férias de Natal

A comunidade portuguesa no Canadá já se “mentalizou que tem de viver com a pandemia”, aprendendo a tomar as respetivas precauções, sendo que muitos já vão passar a época natalícia em Portugal. 

8h13 – Futuras pandemias poderão ser mais letais que Covid-19, diz criadora da vacina de Oxford

Uma das criadoras da vacina da Oxford-AstraZeneca, Sarah Gilbert, afirmou que as pandemias do futuro poderão ser mais letais que a Covid-19. As declarações, citadas pela BBC, foram proferidas durante uma palestra, este domingo. Gilbert sublinhou a necessidade de mais fundos para manter os avanços que foram criados para esta pandemia e, assim, preparar a próxima.

“Esta não será a última vez que um vírus ameaça as nossas vidas e realidades. A verdade é que a próxima poderá ser pior. Poderá ser mais contagiosa, mais letal ou ambas”, disse a especialista.

8h09 – Aumentou confiança nos profissionais de saúde, políticos penalizados, diz estudo
 
Os portugueses têm revelado níveis elevados de confiança nos médicos, enfermeiros e outros profissionais da área da saúde, da ciência e da educação, mas a confiança depositada nos políticos baixou, ao longo da pandemia de Covid-19.

Estas são conclusões de um estudo da autoria de Miguel Ricou, professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e investigador do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.

7h40 – Risco de infeção é menor com máscaras PFF2?

Máscaras do tipo PFF2 – equivalentes a outros padrões internacionais conhecidos como N95, KN95 e P2 – oferecem quase 100% de proteção contra a Covid-19, segundo um estudo do Instituto Max Planck, da Alemanha.

7h35 – Tailândia regista primeiro caso de variante Ómicron

As autoridades sanitárias da Tailândia anunciaram hoje que detetaram o primeiro caso da variante Ómicron do vírus SARS-CoV-2, num viajante dos Estados Unidos que chegou ao país num voo proveniente de Espanha.

7h27 – Insuficiência de registos civis pode deixar milhões sem vacinas em África

A insuficiência dos registos civis em África poderá excluir milhões de pessoas da vacinação contra a covid-19 por falta de acesso a documentação e serviços de saúde, indica um estudo da Fundação Mo Ibrahim publicado hoje. 

7h20 – Argentina deteta primeiro caso da variante Ómicron

A Argentina detetou no domingo o primeiro caso da variante Ómicron do vírus SARS-CoV-2, num residente que regressou de uma viagem de trabalho à África do Sul, informou o Ministério da Saúde. Os viajantes que tenham estado no continente africano nas últimas semanas são obrigados a cumprir quarentena, devendo efetuar um teste PCR para poderem sair do isolamento.

7h15 – China deteta 61 casos nas últimas 24 horas

A China detetou 61 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo 38 por contágio local, anunciaram hoje as autoridades de saúde do país. Os casos locais foram diagnosticados nas províncias da Mongólia Interior (28), Heilongjiang (sete), Yunnan (dois) e Hebei (um).

7h07 – Cabo Verde entre países africanos capazes de cumprir meta de vacinação

Cabo Verde deverá ser um dos únicos cinco países africanos a atingir a meta da Organização Mundial de Saúde (OMS) de vacinar totalmente 40% da população até ao final do ano, estima um estudo da Fundação Mo Ibrahim publicado hoje. 

7h00 – Bom dia! Damos agora início ao acompanhamento da Covid-19. Pode recordar os acontecimentos anteriores aqui.

Leia Também: Portugal regista mais 3.786 casos e 23 óbitos por Covid-19