Início Notícias México terá "prudência" com nova onda de migrantes que ruma aos EUA

México terá "prudência" com nova onda de migrantes que ruma aos EUA

“Vamos agir com prudência, em respeito pela lei e pelos direitos humanos, mas queremos dizer que eles estão a enganar as pessoas, porque não é verdade que [na fronteira] os deixem passar para os Estados Unidos”, disse Marcelo Ebrard numa conferência de imprensa na Cidade do México.

A caravana, formada por milhares de migrantes, partiu sábado da cidade de Tapachula, no Estado de Chiapas, na fronteira com a Guatemala, e pretende seguir rumo à Cidade do México, de onde sairá com destino aos Estados Unidos. 

O ministro dos Negócios Estrangeiros mexicano adiantou que, na caravana, há muitas crianças e garantiu que tanto o Instituto Nacional de Migrações (INM) como os demais órgãos vão atuar com prudência para que “não haja atritos”. 

Ebrard reiterou a posição do México de que, para enfrentar o fenómeno migratório, “é necessária uma solução de fundo” que aborde as causas da migração forçada e lembrou que está a trabalhar nesse sentido com os Estados Unidos. 

A região enfrenta um fluxo sem precedentes de migrantes, com 147.000 indocumentados detetados pelo México de janeiro a agosto deste ano, o triplo de 2020. 

Além disso, no último ano fiscal, o número de prisões na fronteira dos Estados Unidos com o México atingiu números nunca vistos, com mais de 1,7 milhões de imigrantes detetados pela Alfândega e pela polícia de fronteiras.

Leia Também: Migrações: Milhares em nova marcha no México para tentar chegar aos EUA