Início Tecnologia Xiaomi 11T Pro consegue recarregar bateria em apenas 17 minutos

Xiaomi 11T Pro consegue recarregar bateria em apenas 17 minutos

A Xiaomi reservou o seu evento desta quarta-feira, dia 15, para revelar um novo topo de gama, o Xiaomi 11T. Além deste modelo há ainda o Xiaomi 11T Pro, o dispositivo mais avançado de sempre da empresa chinesa e que tem algumas funcionalidades de ‘encher o olho’.

Começando por este dispositivo, o Xiaomi 11T Pro tem um ecrã AMOLED de 6,67 polegadas com 2.400 x 1.080 de resolução e 120Hz de ‘refresh rate’, Dolby Vision e HDR10+.

No interior encontramos um processador Snapdragon 888, opção de 12GB de RAM, até 256GB de armazenamento interno e uma bateria de 5.000mAh com tecnologia HyperCharge de 125W, a qual permite recarregar a bateria na totalidade em apenas 17 minutos (de acordo com a Xiaomi).

Já a câmara traseira tem três sensores com um principal de 108MP, um ultra angular de 8MP e um tele-macro de 5MP e, na câmara frontal, conseguimos encontrar um sensor de 16MP. O Xiaomi 11T Pro inclui a capacidade de filmar em 8K.

Notícias ao Minuto© Xiaomi  

Relativamente ao Xiaomi 11T, este dispositivo partilha grande parte das especificações mas tem algumas diferenças. O ecrã não inclui tecnologia Dolby Vision e, em vez do processador Snapdragon, está incluído um processador MediaTek Dimensity 1200. Além disso, a tecnologia de carregamento é de 67W e a configuração máxima é de 8GB e 256GB.

Tanto o Xiaomi 11T como o Xiaomi 11T Pro têm chegada já confirmada à Europa (e Portugal  não deverá ser exceção), sendo que ambos estarão disponíveis em negro, branco e azul.

Quanto aos preços, o Xiaomi 11T tem um preço base de 499 euros pela versão de 8GB de RAM e 128GB de armazenamento e 549 euros pela versão com 256GB de espaço livre.

Já o Xiaomi 11T Pro, a versão de 8GB de RAM com 128GB poderá ser adquirida por 649 euros, a versão de 8GB RAM com 256GB estará disponível por 699 euros e (por fim) a versão com 12GB de RAM e 256GB custará 749 euros.

Na galeria acima pode ficar a conhecer o Xiaomi 11T Pro.

Leia Também: A Xiaomi acredita que os seus óculos podem substituir telemóveis