Início Notícias Broadway voltou a acender as luzes, após 18 meses ‘às escuras’

Broadway voltou a acender as luzes, após 18 meses ‘às escuras’

Um marcador digital em plena Times Square, em Nova Iorque, dizia tudo: “A espera terminou”. Dezoito meses depois de a pandemia ter obrigado a deixar alguns dos espetáculos mais famosos do mundo às escuras, a Broadway regressou à sua glória na noite desta terça-feira.

‘Hamilton’, ‘Wicked’, ‘The Lion King,’ e ‘Chicago’, entre outros, foram algumas das produções que viram o seu nome envolto em luzes novamente.

Mas as regras são necessárias e, por isso, apesar de a plateia ser completa, é exigido que o público esteja totalmente vacinado e que use máscara durante todo o espetáculo. As crianças até 12 anos têm de mostrar um teste negativo.

“Quando se pensa em Nova Iorque… é a capital das artes e da cultura”, disse o autarca Bill de Blasio numa conferência de imprensa. “As pessoas amam a Broadway. Quando está aberta e a funcionar diz muito sobre a cidade de Nova Iorque e esta noite, muito da Broadway está a voltar e é possível sentir a vida a regressar à cidade”, acrescentou.

A Broadway foi uma das primeiras instituições a fechar quando a pandemia atingiu os Estados Unidos em meados de março de 2020 e foi a última a reabrir.

Nas próximas semanas, várias outras produções voltarão , incluindo ‘Six’ a 3 de outubro, ‘Come From Away’ a 21 de setembro e ‘Moulin Rouge’ a 24 de setembro. No próximo mês, ‘Jagged Little Pill’ está programado para regressar a 21 de outubro e ‘O Fantasma da Ópera’ a 22 de outubro.

Veja na galeria acima algumas imagens da noite de ontem.

Leia Também: Netflix. Vem aí um musical da Broadway sobre a vida da princesa Diana