Início Notícias "Estou muito orgulhoso e grato por esta grande oportunidade"

"Estou muito orgulhoso e grato por esta grande oportunidade"

Bruno Lage concedeu, esta sexta-feira, uma entrevista aos meios oficiais do Wolverhampton, na qual analisou as primeiras semanas de trabalho ao serviço do clube inglês, naquele que é o seu regresso a Inglaterra.

O antigo treinador do Benfica fez um balanço de como tem corrido a pré-época dos Wolves, e lançou a as primeiras pistas sobre o que espera fazer esta época, que arranca com um jogo em casa do Leicester City.

“Em primeiro lugar, estou muito orgulhoso de estar aqui e grato por esta grande oportunidade na minha carreira. As primeiras seis semanas foram muito ocupadas. Quero saber tudo sobre o clube, conhecer cada esquina, cada pessoa, porque quero criar algo único com o pessoal de todos os departamentos. Têm sido seis semanas agitadas também com os treinos, claro, mas estou, igualmente e ao mesmo tempo, muito contente com o trabalho de todos”, começou por dizer o técnico português, falando depois da forma como conheceu o Wolverhampton.

“Quando comecei no Sheffield Wednesday, em 2015, dois ou três jogadores com quem trabalhei no Benfica começaram a vir para cá: o Hélder Costa e o João Teixeira. Segui-os porque tinha trabalhado com eles desde os sub-10, durante quatro ou cinco anos, por isso, depois do meu jogo, quis ver o que eles faziam. Lembro-me que o João começou a época muito bem aqui, mas não teve a mesma sorte e mudou-se para o Nottingham Forest. Já o Hélder estava muito feliz, fez dois ou três anos muito bons e agora está a dar-se bem no Leeds”, atirou Bruno Lage, antes de prosseguir:

“Desde então, tenho vindo a seguir o clube, e observei a grande mudança que aconteceu sob o comando do Nuno. Mas, agora é importante, e necessário para mim, ver os jogadores em campo todos os dias, preciso de os ver treinar e de sentir a ambição e a motivação para continuar, porque o futebol é trabalhar de forma árdua, diariamente, para trazer sucesso para os adeptos e para as pessoas que trabalham no clube.”

Questionado sobre tem corrido a pré-época dos Wolves, Bruno Lage disse que este período de seis semanas “foi muito bom”.

“Quando planeei a pré-época, planeei-a em dois períodos – as primeiras três semanas e as três semanas seguintes. Na primeira fase, tentei conhecer todos os jogadores, compreender a dinâmica e preparar tudo com o grupo. Agora que tenho todo o plantel comigo, quero conhecer melhor o (Conor) Coady, o Adama (Traoré), o Leander (Dendoncker), e criar uma boa energia. Precisamos de treinar com a nossa ideia, e é por isso que estamos a treinar de manhã e à tarde, e temos reuniões nesses dois períodos, para que todos possam compreender a nossa ideia”, sublinhou, antes de falar sobre os objetivos para a próxima temporada.

“Melhorar dia a dia. É por isso que estou a trabalhar muito duro todos os dias. Precisamos de melhorar nos treinos, precisamos de criar um plantel competitivo, e da forma como trabalhamos, já dá para ver boas qualidades, boa intensidade, boa dinâmica, bom espírito, um plantel competitivo, jogadores de topo com uma boa mentalidade e rapazes que desejam continuar a trazer sucesso para o clube. Podemos fazer algo ótimo, mas precisamos de colocar essas duas coisas juntas e trabalhar no duro todos os dias, e depois veremos para onde iremos”, finalizou.

Leia Também: ‘Tubarões’ apertam o certo a Pedro Neto e Wolverhampton já admite vender