Início Mundo Guiné-Bissau e Portugal vão reforçar cooperação técnico-militar

Guiné-Bissau e Portugal vão reforçar cooperação técnico-militar

 

“Já está tudo preparado para assinarmos o programa-quadro de cooperação técnico-militar com Portugal. Está tudo alinhavado, é só oportunidade de datas. Portugal está a presidir à União Europeia, neste momento, e há dificuldades do meu homólogo em deixar Portugal para vir cá para a assinatura”, disse o ministro da Defesa guineense.

Segundo o ministro, o acordo vai incidir na formação e capacitação para um “maior desenvolvimento das carreiras militares” das forças armadas guineenses.

O general Sandji Fati falava aos jornalistas na Fortaleza da Amura após o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, ter estado no local para a deposição de coroas de flores nos túmulos de Amílcar Cabral e de João Bernardo “Nino” Vieira, em homenagem aos heróis da luta da independência.

Sobre a visita de Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro da Defesa guineense salientou que vai “cimentar e aprofundar cada vez mais” a cooperação.

O Presidente português termina hoje uma visita oficial de cerca de 24 horas à Guiné-Bissau.

Leia Também: Portugal disponível para “integrar forças e apoios” a Moçambique