Início Notícias Depois de críticas, líder da WeWork recua no ‘ataque’ a teletrabalho

Depois de críticas, líder da WeWork recua no ‘ataque’ a teletrabalho

O CEO da WeWork, Sandeep Mathrani, recuou nos comentários que havia feito sobre o teletrabalho numa entrevista ao The Wall Street Journal, isto depois de ser alvo de críticas de outros líderes de empresas tecnológicas.

“Não era a minha intenção dar uma impressão negativa sobre quem está a trabalhar de casa e gostava de pedir desculpa se os comentários não foram claros”, afirmou Mathrani numa publicação na sua página de LinkedIn. De recordar que, depois dos comentários feitos por Mathrani, foram vários os internautas a apontar que o negócio da WeWork é precisamente alugar espaços de escritórios a empresas.

“Continuaremos a apoiar soluções que possam ir ao encontro das necessidades diversas da nossa força laboral – quer trabalhem de casa, espaços de ‘coworking’, escritórios de empresas, ou uma versão híbrida destas opções”, adiantou o CEO da WeWork.