Início Notícias Wall Street fecha em baixa mas a limitar as perdas

Wall Street fecha em baixa mas a limitar as perdas

Os resultados definitivos indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average terminou a recuar 0,16%, para os 34.327,79 pontos, o alargado S&P500 desvalorizou 0,25%, para as 4.163,29 unidades, e o tecnológico Nasdaq perdeu 0,38%, para as 13,379,05.

“O mercado esteve calmo, mas mitigado”, indicou Peter Cardillo, da Spartan Capital Securities. “Os setores da banca, da energia e dos metais comportaram-se bem. Foram as ações tecnológicas que puxaram o mercado para baixo”, acrescentou.

A rotação nos investimentos, que está a deslocar os investidores no setor das tecnológicas, sensíveis aos receios da inflação e da subida das taxas de juro, para os setores tradicionais, continuou a ocorrer durante a sessão de hoje.

Mas “a Fed (Reserva Federal, banco central dos EUA) continua a minimizar o risco de inflação”, acrescentou Cardillo.

O vice-presidente da Fed, Richard Clarida, garantiu hoje que continua a antecipar uma inflação temporária, e não duradoura, apesar de uma aceleração em abril.

A travagem brutal da atividade económica em março de 2020 “colocou uma forte pressão para a baixa de preços” e a recuperação “colocou claramente uma pressão para a alta dos preços”, sublinhou Clarida, durante uma videoconferência.

Para este dirigente da Fed, “a maior parte” das pressões que fizeram subir os preços “são transitórias”, mas vai ser preciso “esperar e continuar atentos aos dados que vão chegar”, acrescentou.

Os rendimentos das obrigações do Tesouro a 10 anos subiram ligeiramente, para 1,6488% às 21.20 de Lisboa, dos 1,6284% da véspera.

Divulgado antes da abertura da bolsa, o índice Empire State da atividade industrial na região de Nova Iorque marcou passo em maio, dececionando os analistas.

Apesar de uma subida de encomendas, o índice das condições gerais de atividade estabeleceu-se em 24,3 pontos, a recuar dois pontos, quando os analistas esperavam um crescimento para os 25 pontos.

Na parte das empresas, o dia foi dominado pelo anúncio da fusão entre a filial da AT&T, a Warner Media, que detém a CNN e o HBO, e o grupo Discovery.

Apesar de evoluir em forte alta durante a sessão, a AT&T acabou a recuar 2,70%. Já a Discovery, que possui entre outras a cadeia Eurosport e um vasto catálogo de conteúdos, chegou a valorizar 17% antes da abertura da bolsa, mas acabou a baixar 5,05%.

Por outro lado, a ação da Microsoft baixou 1,20%, o que também foi associado à notícia do Wall Street Journal, que avançou que a saída de Bill Gates, em março de 2020, estava ligada a uma relação considerada “inapropriada” com uma empregada da empresa no início dos anos 2000.

Leia Também: Nova Iorque vai permitir que vacinados deixem de usar máscara esta semana