Início Mundo Médio Oriente: SG adjunto da NATO apela a diálogo para terminar conflito

Médio Oriente: SG adjunto da NATO apela a diálogo para terminar conflito

“A NATO não está diretamente envolvida. Também apelamos à contenção e ao fim da escalada”, declarou Mircea Geoana durante a Assembleia Parlamentar da organização.

Salientou que muitos Estados membros da NATO estão atualmente a tentar contribuir para a contenção do conflito.

“Trata-se de uma discussão muito importante para as implicações mais vastas da estabilidade no grande Médio Oriente. Isto é algo a que também estamos a juntar a nossa voz, apelando à contenção, apelando à contenção e à retoma do diálogo porque, no final, essa é a única forma de alcançar uma solução política para uma questão muito complexa e de longa data”, disse o político romeno.

Em todo o caso, Geoana reconheceu que a NATO tem “uma parceria muito forte com Israel”.

A comunidade internacional assiste hoje ao início da segunda semana da escalada da guerra entre Israel e as milícias palestinianas Hamas e Jihad Islâmica, que resultou na morte de 200 palestinianos, entre os quais 59 menores, na Faixa de Gaza e de dez israelitas, de acordo com números oficiais de ambos os lados.

Os combates começaram em 10 de maio, após semanas de tensões entre israelitas e palestinianos em Jerusalém Oriental, que culminaram com confrontos na Esplanada das Mesquitas, o terceiro lugar sagrado do islão junto ao local mais sagrado do judaísmo.

Ao lançamento maciço de foguetes por grupos armados em Gaza em direção a Israel opõe-se o bombardeamento sistemático por forças israelitas contra a Faixa de Gaza.

O conflito israelo-palestiniano remonta à fundação do Estado de Israel, cuja independência foi proclamada em 14 de maio de 1948.

Leia Também: Biden vai conversar de novo com Netanyahu para discutir conflito