Início Mundo Barco da ONG Sea-Eye resgata mais de 400 migrantes no Mediterrâneo

Barco da ONG Sea-Eye resgata mais de 400 migrantes no Mediterrâneo

O ‘Sea-Eye’, que opera para esta organização não-governamental (ONG) localizou uma nova embarcação após um alerta de ativistas da Alarm Phone que detetaram várias barcaças em perigo no Mediterrâneo, e após o centro de coordenação de salvamento de Malta não ter respondido a um pedido de ajuda.

Com este novo resgate “estão mais de 400 pessoas no nosso barco”, indicou a ONG nas redes sociais

“A tripulação trabalha no limite”, disse, após ter resgatado 323 migrantes em várias operações que se prolongaram por 12 horas, a última esta manhã quando socorreram um barco com 99 pessoas a bordo, na maioria provenientes da Síria.

No decurso da madrugada tinham resgatado outros 172 migrantes, que viajavam a bordo de duas barcaças, incluindo muitas crianças, e numa outra operação socorreram uma pequena embarcação com 50 pessoas.

Previamente, a tripulação tinha transferido para o seu navio dois líbios que navegavam num pequeno bote de plástico e que receberam assistência médica.

O ‘Sea-Eye 4’ é, atualmente, o único barco humanitário que navega na zona, num momento em que o bom tempo está a facilitar a saída de embarcações a partir das costas da Líbia.

No fim de semana, mais de 2.000 migrantes chegaram à pequena ilha italiana de Lampedusa em menos de 48 horas.

No total, e segundo dados do ministério do Interior italiano, 13.131 migrantes alcançaram as costas italianas desde o início de 2021, em comparação com os 4.237 no mesmo período de 2020.

Leia Também: UE. Entradas de migrantes ilegais triplicaram nos primeiros quatro meses