Início Tecnologia Apple sabia de comentários misóginos, diz trabalhador despedido

Apple sabia de comentários misóginos, diz trabalhador despedido

Contratado pela Apple num primeiro momento, Antonio García Martínez foi afastado da empresa depois de terem sido tornados públicos comentários misóginos feitos no passado num livro de sua autoria.

A história original dava conta que a empresa só tinha tomado conhecimento da situação depois de circular entre os trabalhadores uma petição sobre o caso. Porém, diz Antonio García Martínez numa publicação feita na respetiva página de Twitter (abaixo) que Apple tinha conhecimento dos conteúdos do livro em questão.

“A Apple está consciente do que havia escrito antes de me contratar. As minhas referências foram questionadas extensivamente a respeito do meu livro e da minha persona profissional real (em vez de literária)”, afirmou Antonio García Martínez.

Assim, Antonio García Martínez parece contradizer a versão dos acontecimentos da Apple, indicando que a empresa só decidiu afastá-lo depois da petição começar a circular internamente.