Início Tecnologia Servidores de piratas que atacaram Colonial Pipeline encerrados

Servidores de piratas que atacaram Colonial Pipeline encerrados

Esta empresa avançou que o pirata que reclamou um resgate à Colonial Pipeline dissera que o Darkside tinha perdido o acesso a vários servidores que o grupo utiliza para alojar o seu blogue e receber pagamentos.

“Há algumas horas, perdemos o acesso à parte pública da nossa infraestrutura, isto é, o nosso blogue, o nosso servidor de pagamento e os nossos servidores DoS”, segundo um texto de um pirata informático, sob o pseudónimo Darksupp, citado pela Recorded Future.

Os ataques por negação de serviço (‘Denial of Service’, em Inglês, com a sigla DoS) visam provocar o encerramento de um sítio da internet através de uma sobrecarga de tráfego.

Acessível através do navegador TOR na designada ‘dark web’, a versão clandestina da internet, o sítio do Darkside estava inacessível na manhã de sexta-feira.

O Darksupp também indicou que fundos em moedas digitais, utilizados para o pagamento de resgates exigidos pelo grupo de piratas informáticos, tinham sido retirados.

Contudo, um analista da Recorded Future admitiu que as afirmações do Darksupp fossem um subterfúgio, para permitir ao Darskide encerrar ele próprio as suas infraestruturas, para evitar pagar aos seus associados.

Segundo informações da agência Bloomberg, a Colonial Pipeline pagou um resgate de cinco milhões de dólares (4,1 milhões de euros) aos piratas, ao contrário do que garantiu o Washington Post, que assegurou que a empresa não pagou qualquer verba.

Questionado pela AFP, um porta-voz da empresa não fez comentários.

O ataque contra os sistemas informáticos da Colonial Pipeline, que transporta cerca de metade dos produtos petrolíferos norte-americanos a partir do Golfo do México para a Costa Leste, forçou-a a fechar o conjunto das suas operações.

Esta situação provocou um movimento de pânico em numerosos automobilistas, que recearam uma falta de combustível e acorreram às estações de serviço.

Mas, na quinta-feira, a Colonial Pipeline informou que tinha reiniciado o conjunto do seu sistema e recomeçado o fornecimento dos combustíveis.

Leia Também: Apple alvo de ataque. Hackers pedem resgate de 50 milhões de dólares