Início Notícias Ativistas e jornalistas detidos quando tentavam manifestar-se em Argel

Ativistas e jornalistas detidos quando tentavam manifestar-se em Argel

 

Os manifestantes, que ainda se estavam a preparar para começar a manifestação organizada pelo Hirak, foram empurrados e detidos, constatou a AFP no local.

Ryad Kramdi, um fotojornalista da AFP, foi detido depois de lhe ser pedido que comprovasse a identidade. O jornalista foi, entretanto, levado para uma esquadra, de acordo com colegas jornalistas de outros órgãos de comunicação social.

Até ao início da noite não foi possível contactar Ryad Kramdi.

Pelo menos outros dez jornalistas foram detidos, incluindo Khaled Drareni, correspondente da TV5 na Argélia, Kenza Khatto, jornalista da Radio M e da agência Reuters, de acordo com páginas web independentes.

“Vários jornalistas foram detidos e impedidos de cobrir a 117.ª manifestação do Hirak Friday, enquanto outros foram assediados pela polícia”, escrever a Repórteres Sem Fronteiras na rede social Twitter.

Khaled Drareni, diretor da publicação Casbah Tribune, tornou-se num símbolo da luta pela liberdade de imprensa depois ter estado preso durante quase um ano.

Alguns dos jornalistas detidos foram libertados no final da tarde, de acordo com o Comité Nacional para a Libertação de Detido.

Leia Também: Milhares de manifestantes marcham em Argel contra o regime