Início Mundo OMS pede fim de venda de animais selvagens vivos em mercados de...

OMS pede fim de venda de animais selvagens vivos em mercados de comida

A Organização Mundial de Saúde apelou esta terça-feira ao fim da venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de comida para prevenir a propagação de doenças.

“Os animais, em especial os animais selvagens, são a causa de mais de 70% das doenças infeciosas emergentes em humanos, muitas delas causadas por vírus novos. Os mamíferos selvagens, em particular, colocam um risco ao surgimento de novas doenças”, indicou a OMS em comunicado, citado pela AFP.

O anúncio segue-se ao estudo conjunto da OMS com as autoridades de Saúde chinesas às origens do novo coronavírus, que indicou que os mercados que vendem, ao mesmo tempo, animais vivos e mortos serão a causa provável do surto pandémico.

A autoridade mundial de Saúde já tinha, antes, apelado à melhoria das condições neste tipo de mercados, mas com o aviso que o encerramento no totalidade poderia impactar o abastecimento alimentar.

Em julho do ano passado a China anunciou a intenção de fechar gradualmente todos os mercados onde aves vivas são vendidas, visando reduzir os riscos para a saúde pública, indicando que as autoridades iriam reforçar a punição do comércio e consumo ilegais de animais selvagens.

Leia Também: Wuhan e mercado chinês não podem ser vistos como origem da pandemia