Início Notícias Madeira investe 1 milhão na promoção do destino com nova imagem de...

Madeira investe 1 milhão na promoção do destino com nova imagem de marca

 

“Todas as campanhas que a Madeira tem preparadas para o curto e médio prazo já incorporam a nova ‘marca Madeira'”, disse Eduardo Jesus, sublinhando que “será uma grande revolução na comunicação” do destino.

O novo logótipo, que foi apresentado na Praça do Povo, no Funchal, consiste na palavra ‘Madeira’, com letras formadas a partir de círculos e semicírculos de várias cores sobrepostos, e resultou de um “grande estudo de conceção”, que envolveu um inquérito a cerca de 9.000 agentes e profissionais do setor do turismo.

O governante explicou que a nova imagem pretende representar o “sentimento de pertença” do destino, bem como a união, a convergência e a inclusão subjacentes, sendo que o círculo foi considerado o símbolo que melhor representa a mensagem.

“Esta representação é o final de uma história que nós queremos que seja o início de uma outra”, disse Eduardo Jesus, mostrando-se confiante na reabertura plena da atividade turística no arquipélago já a partir do verão.

O secretário regional destacou os aspetos relacionados com a segurança do destino face à pandemia de covid-19, indicando que a Madeira foi a “primeira e única” região turística portuguesa que optou por uma certificação contra riscos biológicos e, por outro lado, montou uma operação de triagem nos portos e aeroportos, em vigor desde 01 de julho de 2020.

“Lideramos também o processo da criação de um corredor verde, que nos deixa outra vez na dianteira, no que diz respeito ao acolhimento de pessoas vacinadas ou que já tiveram contacto com a covid-19 e que se encontram bem e não precisam de ser testadas nem rastreadas”, disse.

Eduardo Jesus esclareceu que durante o período pandémico a Madeira registou “tendências diferentes” das habituais, com maior procura oriunda de novos mercados – como Lituânia – e de novos segmentos, nomeadamente turistas jovens e “nómadas digitais”.

Leia Também: AO MINUTO: “Pandemia está longe de acabar”; Quase 10 mil casos em Itália