Início Notícias "Foram os dez piores dias da minha vida. Tive medo de morrer"

"Foram os dez piores dias da minha vida. Tive medo de morrer"

A hospitalização, os dias nos cuidados intensivos e o medo de morrer. Foram semanas de ansiedade para Adriano Galliani, diretor executivo do Monza (emblema do segundo escalão do futebol italiano),atingido por Covid-19.

Há uma semana, o antigo dirigente do AC Milan, recebeu alta hospitalar e, neste sábado, em entrevista ao diário Corriere della Sera, Galliani relatou os dias difíceis que atravessou.

“Não via nada, só tinha uma parede à minha frente. A unidade de cuidados intensivos não tinha janelas. Lá dentro só há camas. De domingo, 7 a 17 de março, estive nos cuidados intensivos, os dez piores dias da minha vida. Tive medo de morrer”, referiu Galliani.

Leia Também: Donnarumma ‘congelou’ a proposta de renovação