Início Mundo EUA. Polícia morreu de ataque cardíaco no dia em que se reformou

EUA. Polícia morreu de ataque cardíaco no dia em que se reformou

Um polícia do estado norte-americano do Tennessee, que trabalhou em prol da comunidade durante 50 anos, morreu no dia em que se reformou. 

Stan Shaw deixava o trabalho no dia 19 de março quando teve uma paragem cardíaca, como revela uma publicação na página GoFundMe. 

“Ele foi encontrado inconsciente dentro do seu carro depois de sair [do trabalho] para ir para casa”, escreveu o amigo Michael Quinton na plataforma de recolha de fundos. 

Assim que foi socorrido, foi encaminhado para o hospital mas, por ter ficado sem oxigénio durante muito tempo, teve de ser colocado num equipamento de suporte de vida. Apesar dos esforços, Stan não voltou a registar atividade cerebral. 

Perante o quadro clínico, a mulher do agente concordou que as máquinas, que mantinham o marido vivo, fossem desligadas. O óbito de Stan Shaw foi então declarado no dia 22 de março. 

A página criada no GoFundMe tem como objetivo ajudar a família a suportar as despesas médicas e do funeral, assim como as despesas da família enquanto não retoma a atividade profissional. 

Stan reformou-se, há 10 anos, da posição que assumia enquanto vice-chefe do Gabinete do Xerife do Condado de Jefferson, mas não ficou em casa muito tempo e, cerca de um mês depois, voltou a trabalhar no Gabinete do Xerife do Condado de Hamblen. 

De acordo com a filha, Shaw Grebenik, depois de 50 anos de serviço, o polícia planeava reformar-se oficialmente. “Ele serviu a comunidade até ao dia da sua morte e estou orgulhosa por isso”, referiu à estação televisiva WVLT. 

Leia Também: Vinte aviões chineses rondaram espaço aéreo de Taiwan após acordo com EUA