Início Mundo Espanha exige PCR negativo a franceses que entrem por via terrestre

Espanha exige PCR negativo a franceses que entrem por via terrestre

 

Ficam excluídos desta obrigação de apresentar um teste PCR ou outra prova diagnostico para o novo coronavírus os menores de seis anos, os motoristas de camião no exercício da sua atividade profissional, os trabalhadores transfronteiriços e os residentes nas zonas de fronteira num raio de 30 quilómetros da sua zona de residência.

A medida foi hoje conhecida através de uma publicação do Ministério da Saúde publicada no Boletim Oficial do Estado (BOE), que qualifica a medida como “urgente e necessária” perante a situação epidemiológica.

Além disso, justifica que é “proporcional” e “plenamente adequada para alcançar a finalidade pretendida, que é precisamente, evitar a transmissão do coronavírus e as suas variantes no país”.

Esta nova exigência acontece aquando da polémica das festas ilegais e do denominado “turismo de embriaguez”, que tem o foco posto nos turistas franceses já que, segundo fontes policiais, os jovens desta nacionalidade são os estrangeiros que participam em maior número em festas ilegais.

A medida entra em vigor três dias depois da sua publicação no BOE e irá manter-se até o Governo declarar o fim da situação sanitária ocasionada pela pandemia de covid-19.

De acordo com dados divulgados na sexta-feira, Espanha registou 7.586 novos casos de covid-19, elevando para 3.255.324 o total de infetados até agora no país, num dia em que o índice de contágio voltou a subir.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol, também foram contabilizadas mais 590 mortes atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 75.010.

O nível de incidência acumulada (contágios) em Espanha voltou a aumentar, pelo quinto dia consecutivo, de 134 (quinta-feira) para 139 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as de Madrid (241), País Basco (214), Catalunha (185), Astúrias (163) e Aragão (133).

O lento aumento dos contágios da covid-19 preocupa os espanhóis no início do fim de semana que antecede a Páscoa, e o Ministério da Saúde já alertou para o risco de um aumento “muito mais acentuado” da incidência da doença, se a tendência ascendente não for invertida.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.756.395 mortos no mundo, resultantes de mais de 125,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Vacinação de professores arranca; Quase cem festas ilegais