Início Mundo Canal do Panamá não prevê impactos no seu negócio por causa do...

Canal do Panamá não prevê impactos no seu negócio por causa do Evergreen

 

“São dois mercados separados. Muito do comércio que passa pelo Suez, geralmente não tem impacto no volume de comércio que passa pelo Canal do Panamá”, disse Vásquez.

Por este canal passam seis por cento do comércio internacional. Esta via liga mais de 140 rotas marítimas e 1.700 portos, em 160 países.

O administrador da Autoridade do Canal do Panamá afirmou que por esta via passam “produtos manufaturados na Ásia, que têm como mercados os EUA, particularmente a costa leste e o Golfo”, enquanto o Canal do Suez “é importante para o movimento do crude, que vem do Médio Oriente para a Europa e algum para os EUA”.

Mas, relativizou, o acidente no Suez, “como indústria, afeta na medida em que estes acontecimentos acontecem, uma vez que os clientes comuns reavaliam a sua situação de risco”.

Desde terça-feira que está encalhado no Canal de Suez um barco porta-contentores, o Ever Given, com 400 metros de comprimento e uma capacidade superior a 200 mil toneladas, que bloqueou esta rota entre os mares Mediterrâneo e Vermelho, deixando mais de 230 navios à espera de poderem avançar.

Um relatório da seguradora francesa Euler Hermes, filial da alemã Allianz, estima que o encerramento do canal pode custar ao comércio internacional, por dia, entre seis mil milhões e dez mil milhões de dólares (entre 5.100 milhões e 8.500 milhões de euros).

Leia Também: Estados Unidos oferecem ajuda ao Egito para desbloquear Canal do Suez