Início Mundo Alemanha vai reforçar controlo para viajantes que chegam de França

Alemanha vai reforçar controlo para viajantes que chegam de França

 

“A explosão da pandemia na Alemanha está a aumentar mais depressa do que se pensava e, portanto, eles vão fortalecer os controlos sanitários na entrada no território alemão devido à extensão da pandemia no momento na França”, disse Jean-Yves Le Drian à rádio France Info.

“Isso significa mais controlos sanitários aleatórios reforçados em relação ao que existiam até agora, com testes obrigatórios e quarentena recomendada”, disse o ministro francês.

Para os trabalhadores fronteiriços, estão em curso discussões com as regiões para “tentar adaptar da melhor forma possível (estas medidas) e garantir que esses trabalhadores não sejam tão penalizados”, disse.

“Mas haverá a obrigatoriedade de testes de saúde”, observou.

A Alemanha classificará a França como uma zona de alto risco em relação à pandemia da covid-19, anunciou a chanceler Angela Merkel, na noite de quinta-feira.

A decisão deverá ser implementada hoje e ser anunciada pelo instituto alemão RKI, de acordo com o diário alemão FAZ.

Até agora, apenas o departamento de fronteira de Moselle havia sido classificado pela Alemanha como zona de alto risco.

Tal medida acarreta restrições significativas à circulação, que vão desde a obrigação de apresentar um teste negativo à entrada em território alemão, passando por uma quarentena de 10 dias, até à imposição de controlos rigorosos nas fronteiras.

Esses controlos foram implementados pela Alemanha mais recentemente com a Polónia e, antes disso, com a República Checa e o Tirol austríaco.

Por outro lado, Moselle, um departamento de fronteira nas regiões alemãs do Sarre e da Renânia-Palatinado, está sujeito a um regime mais flexível de controlos aleatórios e testes antigénicos para os trabalhadores fronteiriços.

Merkel deu a entender na noite de quinta-feira que a França como um todo poderia beneficiar desse tratamento preferencial e evitar controles estritos de fronteira, mesmo que seu território seja classificado como zona de alta incidência em sua totalidade

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.745.337 mortos no mundo, resultantes de mais de 124,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: AO MINUTO: Portugal passa 1 milhão de vacinados. Fogo em hospital indiano