Início Mundo Jornalista argelino condenado a prisão terá novo julgamento

Jornalista argelino condenado a prisão terá novo julgamento

 

“O Supremo Tribunal anulou a decisão. O recurso da defesa foi aceite. Assim, Khaled Drareni será julgado de novo”, explicou Abdelghani Badi.

“Espero que durante este novo julgamento não haja pressão sobre o sistema de justiça, como aconteceu anteriormente”, acrescentou Badi.

Drareni foi preso em março de 2020 e condenado em meados de setembro a dois anos de prisão por “incitação à concentração não armada” e “ataque à unidade nacional”.

Em fevereiro, o jornalista independente, de 40 anos, foi libertado após um perdão presidencial para os detidos do ‘Hirak’, o movimento popular desencadeado há dois anos, e agora está em liberdade provisória.

Correspondente da TV5Monde e Repórteres Sem Fronteiras (RSF) na Argélia, Khaled Drareni, de 40 anos, tornou-se o símbolo da luta pela liberdade de imprensa em seu país.

O jornalista sempre declarou a sua inocência e decidiu apelar “em nome da moral e da ética”, segundo os seus advogados.

O caso de Khaled Drareni tornou-se emblemático do combate pela liberdade de imprensa e de expressão na Argélia, minada por uma série de condenações e uma legislação muito restritiva.