Início Notícias Ilhas Comores apuram-se para Taça das Nações Africanas pela primeira vez

Ilhas Comores apuram-se para Taça das Nações Africanas pela primeira vez

Com nove pontos, agora alcançados, já não poderão ser ‘apanhadas’ pelo Quénia, terceiro com três pontos, e garantiram uma das vagas para o arquipélago do Índico, ao largo de Moçambique.

O apuramento foi celebrado no estádio Malouzini por cerca de mil pessoas autorizadas a assistir ao encontro, dadas as restrições devido à pandemia de covid-19, no que é o primeiro torneio para o território de menos de 900 mil habitantes e, por área, o quarto país mais pequeno do continente.

O país assenta nas ilhas de Grande Comore, Mohéli e Anjouan, como parte de um grupo de ilhas que inclui o território francês de Mayotte, que a União de Comores disputa, e vários territórios desabitados.

Também a Gâmbia selou hoje o apuramento para a CAN, também de forma inédita, após vencer Angola por 1-0 em Bakau, num dia que já definiu também os apuramentos de Egito, Gana e Gabão.

A 33.ª edição da Taça das Nações Africanas estava marcada para o próximo ano, mas acabou por ser adiada para 2022 – apesar de manter a designação CAN2021 – para não coincidir com a Copa América e o Euro2020, que foram adiados, devido à pandemia de covid-19.