Início Notícias Covid-19: Infeções diárias acima de 400 levam Tóquio manter restrições

Covid-19: Infeções diárias acima de 400 levam Tóquio manter restrições

 

Numa reunião por videoconferência, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, e os governadores de Chiba, Kanagawa e Saitama concordaram em manter até 21 de abril a solicitação a restaurantes e estabelecimentos similares, para que deixem de servir bebidas alcoólicas às 20:00 e encerrem às 21:00.

Os restaurantes e bares que acatem a solicitação do Governo receberão subsídios diários de 40 mil yen (cerca de 320 euros).

O Governo da área metropolitana de Tóquio revelou hoje que o número de infeções diárias de covid-19 atingiu 420, acima das 400 pela primeira vez numa semana, seguindo uma tendência ascendente desde meados de março.

A subida também se regista em distritos vizinhos, tal como noutros pontos do país, casos de Miyagi (nordeste) e Osaka (sudoeste).

Citado pela agência Kyodo, Toshio Nakagawa, diretor da Associação Médica do Japão, afirmou que, ao ritmo atual, “existe uma forte preocupação de que possa haver um ressalto” de infeções e defendeu medidas vigorosas para conter uma potencial “quarta vaga” de covid-19.

O Governo do Japão declarou em janeiro o estado de emergência na região de Tóquio, para conter a covid-19, e mais tarde alargou a medida a mais 11 distritos. 

A partir de 23 de julho, Tóquio deverá receber os Jogos Olímpicos, já adiados de 2020 devido à pandemia de covid-19.  

A pandemia, que impedirá que espetadores do estrangeiro estejam presentes nas Olímpiadas, também obrigou os organizadores a reduzir a escala das festividades relacionadas com a chama olímpica e a proibir a participação de público na cerimónia.

A cerimónia de lançamento do percurso da chama olímpica dos Jogos de Tóquio vai realizar-se na quinta-feira, a cerca de 20 quilómetros da central Fukushima Daiichi, onde um forte terramoto de magnitude 9,0 e um gigantesco ‘tsunami’ causaram, em 11 de março de 2011, a fusão dos núcleos de três reatores. 

Além disso, serão adotadas várias restrições ao longo da viagem, que deverá ser feita por cerca de 10.000 corredores em todo o arquipélago japonês.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.735.411 mortos no mundo, resultantes de mais de 124,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.805 pessoas dos 818.787 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Leia Também: China soma 11 casos nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior