Início Mundo "O meu pai foi morto no tiroteio". Grávida, filha de vítima dá...

"O meu pai foi morto no tiroteio". Grávida, filha de vítima dá testemunho

Kevin Mahoney, de 61 anos de idade, foi uma das dez vítimas mortais do tiroteio levado a cabo num supermercado em Boulder, no estado norte-americano do Colorado, na segunda-feira. A filha, grávida, deixou um poderoso testemunho nas redes sociais, que se tornou viral, por exemplificar o impacto da violência armada nas famílias norte-americanas.

“É de coração partido que anuncio que o meu pai, o meu herói, Kevin Mahoney, foi morto no tiroteio do King Soopers, na minha cidade natal de Boulder. O meu pai representa tudo o que é Amor. Estou tão grata por ele me ter acompanhado ao altar no verão passado”, escreveu Erika Mahoney na legenda de uma fotografia com o pai, no dia do casamento.

“Agora estou grávida. Eu sei que ele quer que eu seja forte pela neta”, acrescentou, na mesma publicação de Twitter, onde deixou, ainda, um agradecimento à polícia de Boulder por terem sido “tão generosos durante esta tragédia”.

Recorde-se que um jovem de 21 anos foi acusado do massacre. As autoridades identificaram o suspeito do ataque como Ahmad Alissa – de acordo com uma transcrição fonética do seu nome, apresentada numa conferência de imprensa. Ainda não se conhece a motivação do crime.

As identidades das vítimas, com idades entre 20 e 65 anos, já foram divulgadas. Entre elas está também o agente da polícia Eric Talley, de 51 anos, “o primeiro a chegar ao supermercado”.

O tiroteio aconteceu menos de uma semana depois de um ataque em Atlanta, onde um homem de 21 anos de idade matou oito pessoas em três salões de massagens asiáticos da cidade. Estes dois ataques, porém, são mais dois de uma série de tiroteios que foram registados na última semana em todo o país norte-americano, com ou sem vítimas mortais.

Nos últimos dez anos, os Estados Unidos assistiram a 67 tiroteios com características semelhantes, que resultaram na morte de 550 pessoas.

Leia Também: Ataque em Boulder é o 7.º tiroteio em massa nos EUA nos últimos sete dias