Início Notícias "Não queremos ser a seleção que ganhou só nos sub-17 e nos...

"Não queremos ser a seleção que ganhou só nos sub-17 e nos sub-19"

Portugal arranca, nesta quinta-feira, o Europeu de sub-21, na Eslovénia, e o lateral Diogo Dalot sublinha, numa entrevista ao diário O Jogo, que as conquistas do Euro de sub-17 e de sub-19 não garantem rigorosamente nada.

“Temos muito orgulho no que já conquistámos, mas aqui volto a fazer minhas as palavras do míster Rui Jorge: o passado é o passado e não nos garante nada para o futuro. Sabemos da qualidade que temos e queremos ter impacto também ao nível sénior, temos de dar esse passo. Não queremos ser a seleção que ganhou só nos sub-17 e nos sub-19, agora temos de prová-lo também com os sub-21. É o momento para isso”, referiu o defesa português, atualmente ao serviço do AC Milan.

Dalot asseverou ainda que “chegar à Seleção principal é o objetivo de todos” e alguns dos que iniciaram a qualificação para o Euro-2021, na categoria dos sub-21, estão hoje com Fernando Santos na qualificação para o Mundial’2022.

“Mas isso também demonstra que não é obrigatório passar pelas seleções de sub-15, sub-16, sub-17 para chegar lá, tem é de ter a qualidade necessária para ser escolhido pelo selecionador. O Nuno (Mendes) e o (Pedro) Neto estão lá com todo o mérito, sem dúvida, são dois grandes jogadores que merecem estar onde estão. Para nós, companheiros que fomos na qualificação, é um motivo de orgulho vê-los conseguir esse objetivo. Sem dúvida que desejamos o melhor para eles nestes jogos”, complementou o defesa rossonero.

Leia Também: Diogo Dalot encanta em Milão: “Vai tornar-se num jogador completo”