Início Notícias Índia com maior número de mortes diárias este ano e novo aumento...

Índia com maior número de mortes diárias este ano e novo aumento de casos

Seis estados foram responsáveis por 83.27% dos óbitos, com Maharashtra a contabilizar 132 mortes (48% do total), indicou o Ministério da Saúde indiano.

O estado de Maharashtra, cuja capital é Mumbai, tem sido responsável por mais de metade dos casos de covid-19 no país nas últimas semanas. Só nas últimas 24 horas, Maharashtra diagnosticou mais de 28 mil casos.

O aumento dos casos tem-se verificado sobretudo em seis estados: além de Maharashtra, centro da nova vaga da doença, também Punjab, Karnataka, Kerala, Chhattisgarh e Gujarat. Juntos, representam 82% das infeções nas últimas 24 horas, de acordo com o Ministério da Saúde indiano.

Este é o quinto dia consecutivo em que o país ultrapassa as 40 mil infeções diárias, apesar de estes valores estarem ainda longe do pico, em meados de setembro de 2020, quando foram diagnosticados 97.894 casos num só dia.

Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou mais de 11,7 milhões de casos de covid-19 (11.734.058), sendo o terceiro país do mundo com mais infeções, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

Com 160.441 mortes desde o início da pandemia, a Índia é o quarto país do mundo com mais óbitos, a seguir aos Estados Unidos, ao Brasil e ao México, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins (EUA).

O país tem atualmente 368.457 casos ativos da doença.

A Índia começou a campanha de vacinação em 16 de janeiro, tendo até agora vacinado mais de 50 milhões de pessoas (50.841.286), de acordo com os números atualizados diariamente pelo Ministério da Saúde indiano.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.732.899 mortos no mundo, resultantes de cerca de 123,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.794 pessoas dos 818.212 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Índia com 199 mortes e mais de 40 mil casos nas últimas 24 horas