Início Mundo Bélgica impõe novo confinamento durante (pelo menos) quatro semanas

Bélgica impõe novo confinamento durante (pelo menos) quatro semanas

A Bélgica vai impor um novo confinamento, com encerramento das escolas e comércio não essencial limitado a vendas por marcação, foi anunciado esta quarta-feira.

São medidas que entram em vigor na sexta-feira à meia-noite e mantêm-se em vigor até 25 de abril.

As aulas são suspensas de 29 de março a 2 de abril no ensino primário e secundário, sendo retomadas a 19 de abril, depois das férias da Páscoa.

Além disso, são encerrados cabeleireiros e barbeiros, institutos de beleza, de tatuagem ou massagem.

As lojas não essenciais podem atender clientes, mas apenas com marcação prévia. 

As autoridades belgas informam também que os postos de vacinação passam a funcionar todos os dias, sem exceção.

As medidas surgem depois de uma reunião de emergência convocada pelo primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, quando o número de doentes em cuidados intensivos na Bélgica duplicou em seis semanas.

O país já estava em confinamento parcial desde o final de outubro, com as escolas a permaneceram abertas, mas cafés, restaurantes e teatros  estão encerrados há cinco meses.

O Governo belga está preocupado com uma nova sobrecarga nos hospitais e, particularmente, nas camas de cuidados intensivos, depois de o número de pacientes de covid-19 nessas unidades ter duplicado em seis semanas (para 588, segundo dados oficiais).

Desde segunda-feira, os hospitais belgas têm instruções para reservar metade das camas de reanimação para esses pacientes.

[Notícia atualizada às 13h49]

Leia Também: Bélgica mantém AstraZeneca. “Seria irresponsável suspender vacinação”