Início Mundo AO MINUTO: Marcelo termina ronda; Em dia trágico, Bolsonaro "tranquiliza"

AO MINUTO: Marcelo termina ronda; Em dia trágico, Bolsonaro "tranquiliza"

Marcelo Rebelo de Sousa conclui hoje as audições aos partidos com assento parlamentar sobre a renovação do Estado de Emergência. O Presidente da República deverá enviar ainda hoje ao Parlamento um novo projeto de decreto, que será debatido pelos deputados amanhã. Espera-se, como o chefe de Estado de resto já admitiu e o primeiro-ministro ontem reforçou, que Portugal se mantenha sob Emergência até maio.

“Havendo um plano de desconfinamento até maio quer dizer que há atividades confinadas parcialmente até maio. E, portanto, é muito provável que haja Estado de Emergência a acompanhar essa realidade”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa na segunda-feira.

Lá fora, o Brasil bateu um novo recorde de mortes, ultrapassando a cifra dos 3 mil óbitos pela primeira vez, o que levou Jair Bolsonaro a dirigir-se ao país. “Quero tranquilizar o povo brasileiro e afirmar que as vacinas estão garantidas. Ao final do ano, teremos alcançado mais de 500 milhões de doses para vacinar toda a população. Muito em breve, retomaremos a nossa vida normal”, afirmou o presidente brasileiro.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

07h50 – A Ucrânia registou 342 mortes nas últimas 24 horas, batendo assim um recorde de vítimas mortais. Cerca de 31 mil pessoas já perderam a vida no país e  1,6 milhões ficaram infetadas devido à pandemia.

07h44 – O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, disse esta terça-feira que não é a favor do “confinamento total ou da quarentena obrigatória” como método para conter o aumento dos casos de covid-19 no país sul-americano.

07h42 – Cuba tenciona iniciar a imunização em massa da sua população contra a covid-19 em junho com a sua própria vacina, a primeira a ser desenvolvida na América Latina, de acordo com  o que anunciou Ministério da Saúde do país no programa  Mesa Redonda.

07h38 – O Presidente da República termina hoje a ronda de audiências com os partidos com assento parlamentar, por videoconferência, sobre a renovação do Estado de Emergência.

Na segunda-feira, Marcelo Rebelo de Sousa considerou “muito provável” que o estado de emergência se prolongue até maio, acompanhando o plano de desconfinamento anunciado pelo Governo.

07h34 – A Alemanha soma, esta quarta-feira, mais 248 mortes e ultrapassa assim as 75 mil mortes por Covid-19, desde o início da pandemia. 
 
Segundo dados atualizados do Instituto Robert Koch, há ainda a registar mais 15.813 novos casos da doença nas últimas 24 horas, para um total de 2.6905.23 infetados, desde o início da pandemia.

07h33 – O prazo para os trabalhadores da TAP aderirem às medidas voluntárias propostas pela companhia termina hoje, depois de ter sido prolongado por dez dias, para dar mais tempo aos colaboradores para decidirem.

07h30 – Os Estados Unidos registaram 853 mortes devido à covid-19 e 51.246 casos, nas últimas 24 horas, indicou na terça-feira a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

07h27 – O Presidente brasileiro falou em rede nacional na terça-feira, dia em que o país bateu o recorde trágico de 3.251 mortes diárias, tentando tranquilizar a população e prometendo 500 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

Bolsonaro mostrou-se, contudo, contra as medidas de confinamento, dizendo que os pobres não podem ficar mais pobres. “Vamos lutar contra o vírus, não contra o presidente”, afirmou, em resposta às críticas de que tem sido alvo.

07h25 – A Comissão de Saúde da China anunciou hoje que foram diagnosticados dez casos de covid-19 nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior.

07h23 – As autoridades de Macau e de Hong Kong anunciaram hoje a suspensão da administração da vacina da BioNTech após terem sido detetados defeitos na embalagem de um lote.

07h21 – O México registou 809 mortes causadas por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 199.048 óbitos desde o início da pandemia, disseram na terça-feira as autoridades mexicanas.

07h20 – Bom dia! Damos agora início ao acompanhamento da atualidade sobre o novo coronavírus. Recorde os acontecimentos anteriores aqui.

Leia Também: AO MINUTO: 5% com vacinação concluída; Mais de 3 mil mortes no Brasil