Início Mundo Aeroporto da Guatemala reabriu após limpeza das cinzas do vulcão

Aeroporto da Guatemala reabriu após limpeza das cinzas do vulcão

“Retomamos as operações de voo no aeroporto La Aurora (…). A pista já não apresenta quantidades significativas de cinzas vulcânicas”, disse o chefe da Direção Geral de Aviação Civil (DGAC), Francis Argueta, na sua conta da rede social Twitter.

Com a ajuda de vassouras e máquinas sopradoras, funcionários do aeroporto, militares e funcionários municipais varreram as cinzas do Pacaya que caíram na manhã de terça-feira, após uma mudança repentina na direção do vento, e que obrigaram ao encerramento temporário das pistas.

As cinzas do vulcão, que está em erupção há mais de um mês, cobriram várias cidades a norte do cone vulcânico, incluindo a capital.

O encerramento do aeroporto obrigou à suspensão de pelo menos nove voos internacionais e cerca de 30 voos domésticos, segundo a DGAC.

O Pacaya – 2.552 metros acima do nível do mar e localizado a cerca de 25 quilómetros a sul da Cidade da Guatemala, tem estado a derramar, há mais de um mês, grandes fluxos de lava intercalados com explosões que formam colunas de cinzas que voam com o vento e se derramam sobre várias localidades, principalmente as aldeias localizadas nas encostas próximas.

O Instituto de Vulcanologia recomendou às autoridades aeroportuárias que “mantenham vigilância”, avisando que os ventos podem voltar a provocar uma nova chuva de cinzas na capital.

O vulcão Pacaya teve uma grande erupção em 27 de maio de 2010, que causou a morte de um jornalista que fazia a cobertura noticiosa do acontecimento.

A Guatemala tem cerca de 30 vulcões, e, não muito longe do Pacaya, estão os do Fuego (sudoeste) e Santiaguito (oeste), que também se encontram ativos.

Leia Também: Aeroporto da Guatemala encerrado devido a cinzas vulcânicas expelidas