Início Mundo Sul de Israel atingido por um foguete disparado a partir de Gaza

Sul de Israel atingido por um foguete disparado a partir de Gaza

 

“Um foguete foi disparado a partir de Gaza para o território israelita”, disse o Exército num comunicado.

Uma porta-voz do Exército de Israel, contactada pela agência noticiosa France-Presse (AFP), referiu que o foguete caiu numa zona de terrenos baldios e desabitada.

No comunicado, o Exército israelita adianta que o foguete foi disparado por milicianos palestinianos e que o projétil ativou as defesas antiaéreas em zonas não habitadas, nada referindo sobre a eventual existência de vítimas.

Pouco antes do disparo, ainda por reivindicar, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, estava na cidade de Bersheeva, localizada a cerca de 50 quilómetros da Faixa de Gaza, no deserto de Negev (sul), a apelar ao voto na sua candidatura.

Durante a campanha para as eleições legislativas, as quartas nos últimos dois anos, Netanyahu lançou uma “operação de charme” junto da população beduína do Negev, e também abordou Mansour Abbas, líder de um partido árabe local. 

Nas eleições de setembro de 2019, a Jihad Islâmica, o segundo movimento armado na Faixa de Gaza, depois do Hamas, que lidera o enclave, alegadamente disparou um foguete em direção ao local em que Netanyahu efetuava um comício.

O ataque não atingiu o local, mas forçou a evacuação de emergência de Netanyahu. 

Dois meses após este incidente, o exército israelita lançou uma operação direcionada contra Baha Abu al-Ata, o comandante da Jihad Islâmica que se acredita ser o responsável pelo lançamento do foguete.

Na esteira do assassínio planeado do seu comandante, a Jihad Islâmica lançou centenas de foguetes contra Israel, que respondeu com ataques sobre o território palestiniano, habitado por cerca de dois milhões de habitantes.

Leia Também: Hamas liberta presos em Gaza como “gesto de boa vontade” face a eleições