Início Notícias "Sei o que posso acrescentar à equipa e hoje os números falam...

"Sei o que posso acrescentar à equipa e hoje os números falam por mim"

Haris Seferovic concedeu uma entrevista à agência de imprensa suíça, Keystone-ATS, onde abordou o seu atual momento, não se esquivando em falar de Jorge Jesus, da Covid-19 e da liderança do Sporting.

“Os rumores (da possível saída) não me interessam. Admito que não estava no meu melhor no início da época e não escondi a frustração. No entanto, estou bem neste momento. O trabalho duro compensou. Estou em forma, os meus movimentos são naturais e sinto-me confiante. Quando as várias contratações foram anunciadas, questionei-me, mas rapidamente percebi que o treinador queria que ficasse. A partir daí só tinha um pensamento em mente: ganhar o meu lugar na equipa. Sei o que posso acrescentar à equipa e hoje os números falam por mim”, começou por dizer o avançado das águias, prosseguindo depois a conversa na direção do treinador do Benfica. 

“Jesus é um grande treinador. O seu currículo fala por si. Ele vive para o futebol. Trabalhei com ele nos últimos oito meses e ensinou-me muito. Pode ser da velha escola, mas entende na perfeição o futebol moderno. Ele é muito direto, mas isso não me incomoda”, complementou Seferovic, abordando posteriormente a liderança leonina na I Liga.

“O Sporting teve uma série de bons resultados e foi capaz de ganhar vários jogos nos minutos finais. Pagámos um preço muito alto com os vários casos de jogadores infetados com Covid-19. Acreditem, o vírus enfraquece-nos”, rematou.

Leia Também: Notas do Braga-Benfica: Seferovic aproveitou expulsão de Fransérgio