Início Mundo Apoiantes de Navalny convocam protesto. Querem juntar 500 mil pessoas

Apoiantes de Navalny convocam protesto. Querem juntar 500 mil pessoas

Em comunicado divulgado no site de Navalny, os seguidores pedem aos russos que se inscrevam para a realização de um protesto, referindo que a data da manifestação será marcada quando o número de pessoas dispostas a participar atingir pelo menos 500.000 subscritores em todo o país.

Os organizadores prometeram que a manifestação será a maior que a Rússia já viu.

Os manifestantes da oposição reúnem-se com regularidade na praça que faz parte de um complexo popularmente designado como a Lubianka — um símbolo do terror estalinista e no centro da capital –, onde os serviços secretos soviéticos torturaram e executaram milhares de pessoas, em particular durante a Grande Purga (1936-1938).

Alexei Navalny tem acusado o FSB de o ter envenenado no final de agosto passado com um agente neurotóxico por ordem do Presidente, Vladimir Putin.

As acusações têm sido rejeitadas pelo Kremlin, que acusa Navalny de receber o apoio da administração dos Estados Unidos. A generalidade dos países ocidentais exigiu a sua libertação imediata e condenou a repressão dos protestos.

Após uma convalescença de cinco meses na Alemanha, o opositor regressou à Rússia em 17 de janeiro, onde foi detido de imediato no âmbito de um dos diversos inquéritos judiciais que lhe foram dirigidos.

As autoridades detiveram cerca de 11.000 pessoas, muitas das quais foram multadas ou condenadas a penas de prisão entre sete e 15 dias, e rejeitaram as exigências dos Estados Unidos e da União Europeia para libertar Navalny e impedir a repressão dos seus apoiantes.

Leia Também: Tribunal russo valida recusa de investigar envenenamento de Navalny