Início Notícias Abidal quebra silêncio sobre "conversa dura" com Messi: "Eu tinha razão"

Abidal quebra silêncio sobre "conversa dura" com Messi: "Eu tinha razão"

Éric Abidal quebrou, esta segunda-feira, o silêncio que mantinha desde que abandonou o cargo de secretário-técnico do Barcelona, em agosto do passado ano de 2020, no seguimento de uma série de polémicas, a maior de todas envolvendo Lionel Messi.

O ex-internacional francês, recorde-se, acusou os jogadores do Barcelona de “não trabalharem muito”, o que teria conduzido à demissão de Ernesto Valverde. O argentino não gostou e respondeu-lhe, mas, garante Abidal, tudo está já ultrapassado.

“Penso que eu tinha razão. Na minha opinião, tinham que treinar mais arduamente. Na minha altura com Guardiola, dizia-se ‘Queres ser o melhor? OK, tens que treinar como os melhores. Só vais ganhar tudo se trabalhares durante a semana’. Foi isso que disse. Nunca disse que os jogadores se queriam livrar do treinador”, afirmou, em entrevista concedida ao jornal britânico The Telegraph.

“Messi falou pessoalmente comigo. Tivemos uma conversa dura, mas aceito. Não tenho problemas porque temos que ser transparentes. Fiquei muito confortável porque ele foi o único jogador que falou assim comigo, o único. Respeito isso. Também percebo que Messi é o capitão e queria defender a equipa, mas nunca disse que Messi me disse para despedir o treinador”, prosseguiu.

“Não tenho que resolver nada com Messi. A nossa relação não mudou, do meu ponto de vista. Do ponto de vista dele, não sei, mas, para mim, a situação está encerrada. Trocámos muitas mensagens e ele sabe o que penso. Não queria tornar uma pequena situação numa situação global e colocar todo o clube em problemas”, completou.

Leia Também: Messi faz história pelo Barcelona… ainda antes do apito inicial