Início Mundo PR moçambicano pede prevenção ou aulas presenciais podem ser revertidas

PR moçambicano pede prevenção ou aulas presenciais podem ser revertidas

“A nossa decisão de retoma das aulas presenciais pode ser revertida, caso não se observem as medidas de prevenção decretadas pelas autoridades de saúde e a pandemia se propague de forma descontrolada”, disse.

“A prevenção não é um exercício simplesmente do Governo. É de todos nós, sobretudo porque cada criança sai da nossa casa e regressa para a nossa casa”, acrescentou.

O chefe de Estado falava durante a cerimónia oficial de abertura do ano letivo 2021, que decorreu hoje em Nampula, no norte de Moçambique, sob o lema “Por uma Educação Inclusiva, Patriótica e de Qualidade”.

O Presidente pediu que os alunos cumprissem “rigorosamente todas as medidas recomendadas” para a prevenção da covid-19, desde casa até escola e durante o percurso.

 As aulas em Moçambique arrancam na próxima segunda-feira para mais de oito milhões de alunos do 1.º ao 12.º anos, num contexto atípico que será marcado por divisão de turmas, aulas em grupos alternados e aos sábados, devido à pandemia.

O chefe de Estado avançou que vão ser contratados 9.330 novos professores este ano, para os ensinos primário e secundário no país, durante o lançamento do ano letivo 2021.

Segundo dados oficiais avançados na última semana, o Governo moçambicano investiu o equivalente a 39,5 milhões de euros na construção e reabilitação de casas de banho e sistemas de abastecimento de água nos estabelecimentos de ensino para prevenção da covid-19.

Moçambique regista 740 óbitos e 65.799 casos, 79% dos quais recuperados.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.692.313 mortos no mundo, resultantes de mais de 121,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: Covid-19: Mais três mortes e 347 infetados em Moçambique