Início Mundo Maior cidade do Brasil antecipa cinco feriados para conter pandemia

Maior cidade do Brasil antecipa cinco feriados para conter pandemia

 

“Vamos antecipar os dois feriados municipais que temos esse ano e os três municipais que temos em 2022 para reduzir a circulação de pessoas. Esses cinco feriados serão antecipados para os dias 26, 29, 30, 31 e dia 1.° [de abril], juntando, inclusive, com o feriado nacional, que nós temos na sexta-feira Santa (02 de abril)”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

A medida visa reduzir a circulação de pessoas nas ruas e mira setores da indústria e empresas que ainda seguem funcionando.

Além da antecipação de feriados, a prefeitura decidiu também promover uma mudança no horário da rotação de veículos, usado para controlar o número de carros circulando nas ruas, que entrará em vigor das 20:00 às 05:00 a partir de segunda-feira.

São Paulo é um dos municípios mais atingidos pela doença no país, já somou 19.897 mortes e mais de 567 mil casos de covid-1 confirmados, segundo dados do Ministério da Saúde brasileiro.

Outra cidade muito importante do Brasil, o Rio de Janeiro, pode adotar uma medida semelhante.

Eduardo Paes, prefeito da capital ‘fluminense’ também prevê antecipar os feriados de abril como forma de conter o novo coronavírus.

“Na segunda [dia 22] pela manhã vamos reunir o comité científico para definir medidas mais restritivas. A antecipação dos feriados do mês de abril certamente será uma delas”, escreveu Paes na rede social Twitter.

Noutra mensagem, o prefeito do Rio de Janeiro informou que conversou com o governador do estado, Cláudio Castro, para que “as medidas possam se dar ao menos em toda a região metropolitana”.

“Faço um apelo ao Governo federal por ações efetivas de diminuição do sofrimento da população mais pobre e de atividades económicas que sofrem com a pandemia”, acrescentou.

O Brasil é o segundo país do mundo mais afetado pela pandemia em números absolutos, ao totalizar mais de 11,6 milhões de casos e 284.775 mortes devido à covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.682.032 mortos no mundo, resultantes de mais de 121,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Menos de 200 em UCI. Vacina “segura e eficaz”, conclui EMA