Início Notícias AO MINUTO: Um combate "que não se pode perder"; Vacinar 70% é...

AO MINUTO: Um combate "que não se pode perder"; Vacinar 70% é "atingível"

No dia em que entrou em vigor o 13.º Estado de Emergência decretado devido à pandemia de Covid-19, Portugal ultrapassou a ‘barreira’ dos 815 mil casos de Covid-19 (815.570), ao reportar, nas últimas 24 horas, mais 673 infeções e 15 mortos.

O relatório da situação do país indica ainda que há um aumento do indicador de transmissibilidade, o que lembra que a luta contra a pandemia continua a ter de ser feita. 

Nessa senda, o responsável pela task force da vacinação, o vice-almirante Gouveia e Melo, reforça  que esta é uma “guerra” que “não se pode perder”, enquanto o ministro dos Negócios Estrangeiros voltou a reforçar, esta quarta-feira, que o objetivo de ter 70% da população vacinada até ao verão ainda é “atingível”.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

07h20 – A segunda fase do processo de vacinação contra a covid-19 vai ficar marcada pela ativação de centros de vacinação rápida, farmácias e um novo ‘website’ para autoagendamento, revelou o coordenador da ‘task force’.

07h17 – Os Estados Unidos registaram 1.119 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas e 57.254 novos casos, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

07h15 – Pessoas que andam mais devagar podem ter uma maior probabilidade de morrer de Covid-19, descobriu um novo estudo conduzido pelo Centro de Pesquisa Biomédica Leicester, em Inglaterra, publicado no International Journal of Obesity, e citado pela BBC.

Após a análise dos dados de mais de 400 mil pessoas de meia-idade, os investigadores concluíram que aqueles que caminhavam mais lentamente, com peso ‘normal’, tinham 3,75 vezes mais probabilidade de morrer do vírus do que aqueles que caminhavam mais rapidamente.

07h14 – O acionista maioritário da Groundforce, Alfredo Casimiro, o presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, os sindicatos e a TAP são hoje ouvidos no parlamento, para explicações sobre a situação da empresa de ‘handling’. Em causa está a débil situação financeira em que a pandemia deixou a Groundforce, que desde fevereiro ainda só pagou 500 euros aos seus 2.400 trabalhadores e que levou o CDS-PP e o Bloco de Esquerda a requerer a audição dos responsáveis das empresas e dos representantes dos trabalhadores.

07h12 – A Índia contabilizou 172 mortes por covid-19 e 35.871 casos nas últimas 24 horas, registando o maior número diário de infeções deste ano pelo segundo dia consecutivo, segundo o Ministério da Saúde indiano.

07h10 – O México registou 789 mortes causadas por covid-19 e 6.455 casos nas últimas 24 horas, informaram na quarta-feira as autoridades mexicanas.

07h07 – O coordenador da ‘task force’ para a vacinação, o vice almirante Gouveia e Melo, defende, em entrevista à Lusa, que a pandemia é um combate que “não se pode perder”. 

“Se olhar para os combates anteriores, que conflito é que prejudicou tanto a economia portuguesa, que conflito é que matou tanto em tão pouco tempo”, questiona, referindo que esse é motivo pelo qual usa o camuflado.

07h05 – Bom dia, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Vacinação na UE? Meta “continua atingível”; Reinfeção é rara