Início Notícias PSI20 com Galp a pressionar e Jerónimo Martins a evitar maiores perdas

PSI20 com Galp a pressionar e Jerónimo Martins a evitar maiores perdas

 

Na terça-feira, o índice de referência, o PSI20, fechou a sessão em terreno positivo, com o índice PSI20 a acompanhar as subidas registadas nas principais praças europeias, ganhando 0,36% para 4.835,17 pontos.

Hoje, pelas 08:30, o PSI20 seguia a recuar 0,46% para 4.812,99 pontos, com 13 ações em queda, duas em alta e três inalteradas.

As ações dos CTT e da EDP Renováveis eram as que mais desciam, com quedas de 2,05% e 1,22% para 2,86 euros e 17,76 euros.

O Banco CTT, que arrancou em março de 2016, divulgou na terça-feira após o fecho do mercado que registou pela primeira vez na sua história um resultado líquido positivo no ano passado, ao atingir 200 mil euros.

A Galp seguia também em queda de 1,01% para 10,32 euros e a Pharol, que anunciou na terça-feira que convocou para o dia 14 de abril, uma assembleia-geral (AG) para votar alterações aos estatutos, bem como os documentos referentes às contas de 2020, seguia em queda de 0,54% para 0,12 euros.

As ações do BCP recuavam 0,70% para 0,11 euros e as da EDP desvalorizavam 0,04% para 4,84 euros.

Do lado dos ganhos, seguiam apenas a Ibersol e a Jerónimo Martins, com os títulos a avançarem 1,03% e 0,34% para 5,85 euros e 13,35 euros, respetivamente.

Portugal realiza hoje dois leilões de Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses com um montante indicativo global entre 1.250 milhões de euros e 1.500 milhões de euros, depois da agência de ‘rating’ Standard and Poor’s (S&P) ter apontado para um crescimento económico de 4,8% em Portugal este ano, e para um défice de 4,7%.

À mesma hora, as bolsas europeias seguiam em baixa, com os investidores à espera do final da reunião de dois dias da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed).

 

ICO (ALU/ALYN/JE) // SB

Lusa/Fim