Início Mundo Palestina recebe primeiras vacinas contra a Covid-19 através da Covax

Palestina recebe primeiras vacinas contra a Covid-19 através da Covax

A Palestina recebe esta quarta-feira o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 atribuído pela iniciativa global Covax. São cerca de 60 mil doses das vacinas Pfizer/BioNTech e da AstraZeneca, que chegaram esta manhã ao aeroporto Ben Gurion de Tel Aviv.

Este é o primeiro lote atribuído aos palestinos através do programa Covax, uma iniciativa com apoio da ONU que se destina a fazer chegar vacinas contra a covid-19 aos países mais pobres.

 A Autoridade Palestiniana, com sede em Ramallah, na Cisjordânia, espera receber cerca de dois milhões de doses encomendadas de vários fabricantes, além das doses do programa Covax. 

Entretanto, a ministra da Saúde da Palestina, Mai al-Kaila, já garantiu que vai aguardar a aprovação da Organização Mundial de Saúde antes de usar as novas doses de vacinas AstraZeneca.

A chegada das vacinas acontece numa altura em que o país enfrenta o risco de colapso do sistema de saúde. Há poucos dias, em entrevista a uma rádio palestiniana, o diretor de Serviços Médicos do Ministério da Saúde alertava para a falta de camas nos hospitais. 

“O número real de pacientes com covid-19 é o dobro do anunciado, porque muitas pessoas não estão a ser testadas”, disse Usama Al-Najjar à Palestine Radio.

Al-Najjar alertou para a necessidade de apertar as medidas impostas para restringir a propagação do coronavírus e avisou que a variante britânica do vírus tem se espalhado amplamente nos territórios palestinianos ocupados.

Várias províncias foram fechadas para o resto da Cisjordânia nos últimos dias devido ao aumento no número de infeções.

Leia Também: AO MINUTO: Semana com “menos óbitos em lares”. Subsídio por pagar