Início Mundo NATO pede ao governo da Geórgia que trabalhe com a oposição

NATO pede ao governo da Geórgia que trabalhe com a oposição

 

“Primeiro-ministro, encorajamo-lo a trabalhar com a oposição para encontrar um terreno comum e soluções comuns”, declarou Jens Stoltenberg durante uma conferência de imprensa com o primeiro-ministro georgiano, Irakli Garibashvili.

O político norueguês vincou que os recentes eventos políticos na Geórgia são “preocupantes” e disse que espera que o país mantenha “os padrões democráticos pelos quais trabalhou tão arduamente nos últimos anos”.

“Isto inclui resolver as diferenças políticas através do diálogo e evitar retórica e ações que causem divisão”, indicou, para sublinhar mais tarde que a Aliança apoia o trabalho de mediação levado a cabo pela União Europeia.

Stoltenberg acrescentou que os aliados estão também preocupados com os últimos acontecimentos na Geórgia, “incluindo a detenção do líder do principal partido da oposição”.

“O que gostaríamos de ver é, claro, uma resolução desta disputa, destas dificuldades, e depois encontrar um caminho onde a Geórgia possa continuar a implementar reformas e ter um parlamento que funcione bem”, referiu.

A crise política na Geórgia foi desencadeada após as últimas eleições parlamentares de outubro, em resultado das quais apenas seis dos 60 deputados da oposição ocuparam os seus lugares, com o partido a classificar o sufrágio fraudulento.

Recentemente foi agravado pela prisão do líder do Movimento Nacional Unido (MNU), Nikanor Melia, acusado de organizar motins há dois anos na capital do país.

Leia Também: Geórgia. UE pede ao Governo e à oposição para solucionarem crise política