Início Mundo Irão considera aumento do arsenal nuclear britânico "hipocrisia monstruosa"

Irão considera aumento do arsenal nuclear britânico "hipocrisia monstruosa"

“Mostrando uma hipocrisia absoluta, [Boris Johnson] diz estar preocupado [com a capacidade nuclear do Irão], mas anuncia que o país vai aumentar o arsenal de bombas atómicas”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif, através de uma mensagem difundida pela rede social Twitter durante a madrugada. 

“Ao contrário do Reino Unido e aliados, o Irão considera que as bombas atómicas e todas as armas de destruição massiva devem ser erradicadas”, acrescentou Zarif. 

Segundo um relatório publicado na terça-feira, Londres prevê aumentar de 180 para 260 o número de ogivas nucleares (uma subida de 45% em relação ao limite máximo anterior), terminando com o desarmamento progressivo iniciado após a dissolução da União Soviética, há trinta anos.

Nos termos do Tratado de Não Proliferação Nuclear, em vigor desde 1970, o Reino Unido é um dos raros Estados que reconhece possuir armas nucleares. 

O Irão, signatário do mesmo tratado, integra a categoria dos “Estados não dotados de armas nucleares” com o compromisso de jamais “fabricar ou adquirir” esse tipo de armamento.

O artigo IV do tratado compromete cada um dos signatários a “manter a boa-fé nas negociações sobre as medidas eficazes relativas ao fim da corrida ao armamento nuclear”.

Londres e Teerão são igualmente partes do acordo internacional sobre a energia nuclear iraniana firmado em Viena em 2015.