Início Notícias Homem acusado por ameaçar matar Biden, Pelosi e a governadora do Michigan

Homem acusado por ameaçar matar Biden, Pelosi e a governadora do Michigan

Os procuradores do estado do Michigan acusaram Joshua Docter, de 21 anos, por ameaçar matar o presidente Joe Biden, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e a governadora do Michigan, Gretchen Whitmer, todos democratas, informa a Reuters.

Docter foi ainda acusado de ameaçar praticar atos de terrorismo e de usar um computador para cometer um crime. Cada uma das acusações acarreta penas de prisão que podem chegar aos 20 anos.

Num comunicado divulgado esta terça-feira pela procuradoria do estado do Michigan, é referido que Joshua Docter entregou-se às autoridades esta segunda-feira e que foi presente hoje a um juiz.

O suspeito começou a ser investigado pelo FBI, que recebeu uma informação de que Docter tinha publicado ameaças na rede social iFunny. O caso passou depois para a alçada da polícia do estado do Michigan.

“Nas suas publicações, Docter declarou que ia usar uma arma para disparar contra e matar o presidente Joe Biden, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e a governadora do Michigan, Gretchen Whitmer, e que seria o ‘catalisador’ para uma nova revolução americana. Docter também dispunha de informações sobre como fabricar uma bomba e onde encontrar os materiais necessários”, pode ler-se no comunicado da procuradoria do Michigan.

Gretchen Whitmer já tinha sido anteriormente o alvo de um plano de uma milícia de extrema-direita que queria raptá-la antes das eleições de novembro do ano passado.

Leia Também: Putin não poupou esforços para prejudicar Biden nas eleições