Início Mundo Kamala Harris promete defender democracia e direitos das mulheres

Kamala Harris promete defender democracia e direitos das mulheres

 

“A situação das mulheres é a situação da democracia. Da nossa parte, os Estados Unidos vão trabalhar para melhorar ambos”, disse Harris, numa mensagem pré-gravada que foi divulgada durante o debate geral da Comissão das Mulheres nas Nações Unidas.

A intervenção, que constituiu a estreia de Harris na ONU, foi também o primeiro discurso de um membro da atual Casa Branca nesta organização internacional.

Antes deste fórum, que marca o encontro anual para rever as políticas de igualdade de género, a vice-Presidente dos Estados Unidos avisou que tanto a democracia quanto os direitos das mulheres estão sob ataque.

“Há 15 anos consecutivos, temos assistido a um declínio preocupante na liberdade em todo o mundo. Na verdade, os especialistas acreditam que o ano passado foi o pior já registado para a deterioração da democracia e da liberdade”, explicou Kamala Harris.

A vice-Presidente salientou que o estado da democracia depende em grande parte do “empoderamento das mulheres”, não apenas porque sem a sua participação não há representação adequada, mas também porque as contribuições das mulheres fortalecem as democracias.

Nesse sentido, aquela que é a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-Presidente nos Estados Unidos destacou que o seu país está a fazer avanços importantes, com mais mulheres do que nunca no Congresso e com cada vez mais lideranças femininas em todos os níveis do Governo e da sociedade em geral.

No entanto, Harris recordou que este progresso não pode ser dado como garantido, especialmente devido ao impacto que a pandemia está a provocar sobre as mulheres.

“A covid-19 ameaçou a segurança económica, a segurança física e a saúde das mulheres em todo o mundo”, disse Kamala Harris, que deixou clara a vontade dos Estados Unidos para fortalecer a cooperação com a ONU e com outras organizações internacionais.

Leia Também: Kamala Harris lembra primeira mulher presidente do PE em cerimónia