Início Notícias Caso Rúben Amorim: Sporting disposto a ir até ao Tribunal Constitucional

Caso Rúben Amorim: Sporting disposto a ir até ao Tribunal Constitucional

A Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) alega ter existido fraude na inscrição de Rúben Amorim como treinador, e pretende ver o mesmo condenado a “uma sanção de um a seis anos de suspensão de atividade”.

O diretor de comunicação dos leões, Miguel Braga, admitiu à Sporting TV, que pode levar este caso até às últimas instâncias: “Espero que não chegue ao Tribunal Constitucional, mas o Sporting irá até às últimas consequências para defendê-lo”.

Miguel Braga que também comentou os processos instaurados pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol  a Palhinha, Feddal e Neto e ao dirigente Hugo Viana, por ocorrências sucedidas no jogo com o Famalicão. 

“Não podemos confirmar, soubemos pela imprensa. Alguma coisa estranha se passou, três meses para ver imagens… Faz pensar que Palhinha estava a discutir com Neto, veio Feddal e empurrou-os, depois Hugo Viana começou a distribuir alguma coisa por todos. Deve estar no relatório do árbitro, ou de alguém, para não ter sido aberto processo a alguém do Famalicão. Caso surreal e timing cirúrgico”, atirou.

Leia Também: “Desviámo-nos das cascas de bananas que nos têm tentado colocar”