Início Notícias Vendas da H&M caem 21% no 1.º trimestre do ano fiscal para...

Vendas da H&M caem 21% no 1.º trimestre do ano fiscal para 3.946 milhões

 

“A evolução das vendas foi fortemente influenciada pela situação resultante da covid-19, com vastas restrições que ocasionaram o encerramento de pelo menos 1.800 lojas”, refere a cadeia de moda sueca em comunicado.

Apesar deste contexto, a H&M revelou que desde o início de fevereiro diversos mercados reabriram progressivamente e que, no final do trimestre, o número de lojas fechadas diminuiu para 1.300, enquanto as vendas ‘online’ continuaram a ter um crescimento “muito positivo”.

O principal mercado da H&M, a Alemanha, reabriu de novo parcialmente as lojas de bens não essenciais, permitindo que o número de lojas fechadas da multinacional sueca diminuísse para 900 em 13 de março.

A H&M teve um lucro de 123 milhões de euros no passado ano fiscal (dezembro de 2019 a novembro de 2020), menos 91% em termos homólogos, segundo o balanço anual apresentado pela empresa no final de janeiro deste ano.

Leia Também: AO MINUTO: Portugal começa a desconfinar; Crianças regressam à escola