Início Notícias "Temos de dar os parabéns ao FC Porto"

"Temos de dar os parabéns ao FC Porto"

Declarações de Pepa, treinador do Paços de Ferreira, à Sport TV, depois da derrota em casa do FC Porto (2-0), em jogo da 23.ª jornada da I Liga. 

Análise do jogo: “Esperávamos mais, mas acima de tudo eu não podia vir aqui dizer que a nossa segunda parte foi má. Há que dar os parabéns ao FC Porto. Encostou-nos lá atrás e teve méritos. Isso fez com que nós, em alguns momentos, com o cansaço, o desgaste físico e emocional de não conseguir ter a bola, fez com que em um momento crucial acabámos por sofrer o primeiro golo. Estávamos posicionados e o Sérgio [Oliveira], muito inteligente e com muita capacidade, colocou a bola no primeiro poste para o primeiro golo. Isto não é retirar o mérito, isto é o desgaste, é o cansaço. Quando nos empurram para trás como o FC Porto conseguiu nos empurrar ficamos longe da baliza adversária e o desgaste emocional depois proporciona esse tipo de situação com alguma desconcentração. E nós sentimos essa situação por mérito do FC Porto. Fizemos uma primeira parte muito boa, mas faltou-nos se calhar uma melhor decisão no último terço, mas estávamos a fazer uma primeira parte fantástica”.

Plano ofensivo: “Mais uma vez, é dá mérito também ao adversário. O FC Porto conseguiu contrariar-nos, conseguiu ser muito forte. Mais uma vez, na primeira parte tivemos muitas situações e não conseguimos finalizar. Estava a faltar um dos médios chegar mais perto do Tanque. Isso faltou. Mas estávamos a fazer uma primeira parte muito boa. Conseguimos ter a bola, descansar com a bola. Faltou-nos isso na segunda parte. Mas tem que se dar os parabéns ao FC Porto porque nos empurrou para trás. E quando nos empurram para trás, o desgaste é muito grande, não só físico, mas o emocional. Isso cria algumas situações de desconcentração, tanto é que o primeiro golo foi isso que aconteceu. Mas não é desculpa nenhuma, é mérito de quem carregou, carregou, carregou e não nos deixou sair”.

Vantagem ao Vitória Guimarães: “Nós olhamos para nós, aquilo que nós podemos controlar é o jogo, é o treino, é a semana de trabalho, a estratégia, é aquilo que depende de nós. Hoje queríamos os três pontos e não conseguimos. Queríamos pontuar na pior das hipóteses, portanto um ponto aqui seria bom de somar. Mas não podemos olhar para os outros. Temos que olhar sempre para o próximo adversário. Hoje não deu, o FC Porto foi superior principalmente na primeira parte e agora é preparar para o próximo jogo”.