Início Notícias Savills encarregue da reabilitação de edifício para escritórios em Lisboa

Savills encarregue da reabilitação de edifício para escritórios em Lisboa

A Savills foi selecionada para a reabilitação de um edifício destinado exclusivamente a escritórios, o MB4 Office Building, situado na Avenida Miguel Bombarda, em Lisboa. É ainda a responsável pela comercialização em regime de exclusividade deste ativo e pelos serviços de Property management do mesmo.

O edifício, detido pela empresa AVIGNON, empresa europeia de investimento imobiliário e gestão de ativos com sede em Londres, foi construído entre 1979 e 1985 e teve como primeiro propósito ser um edifício de habitação, sendo depois reconvertido em edifício de serviços pelo arquiteto Tomás Taveira, mantendo-se intacto nos últimos 40 anos, revela comunicado enviado às redações.

A renovação proposta para o edifício, realizado pelo departamento de arquitetura e sustentabilidade da Savills, levou em consideração três diretrizes principais: materialidade, sustentabilidade e identidade.

“Mais do que potenciar a identidade do edifício, procurámos dar novo carácter a muitos elementos presentes que servem de inspiração para a nova proposta. Os tons terra ao rosa claro, são cores que caracterizam Lisboa na paisagem de cidade, novos arcos dividem agora o espaço sem interrompê-lo, como acontece em tantas praças portuguesas. Integrámos luz néon como evocação da cultura POP que o viu nascer e com a nova entrada projetada, a luz natural invade agora o lobby principal e estabelece uma nova relação do edifício com a rua”, refere Maria Leonor Botelho, Associate Architect da Savills Portugal, em comunicado.

Este projeto contribuiu para que o departamento de Arquitetura da Savills continuasse a desenvolver as práticas mais sustentáveis, como implementar e desenvolver soluções de sustentabilidade com a base em critérios BREEAM e WELL, dois dos sistemas de classificação de edifícios ecológicos mais utilizados no mundo. Neste momento, está a ser realizada a pré-avaliação do edifício na Certificação BREEAM.

Em comunicado, estes critérios procuram respostas inovadoras e flexíveis olhando para o edifício como veículo de mudança, oferecendo qualidade e bem-estar aos seus ocupantes, de olhos postos num caminho de sustentabilidade, que equilibre ambiente, pessoas e economia.

“Garantir a Sustentabilidade e a eficiência energética do edifício, tornou-se um dos principais objetivos deste projeto, que conduziram o edifício à subida de categoria energética de B – para categoria A, num claro compromisso com a descarbonização do planeta”, refere o arquiteto Nuno Fideles, Sustainability Consultant da Savills.

Leia Também: Savills é a primeira consultora imobiliária a associar-se à BCSD Portugal