Início Notícias O dado que confirma que o leão é quem mais precisa de...

O dado que confirma que o leão é quem mais precisa de um ‘cardiologista’

O Sporting venceu, neste sábado, o Tondela, no estádio João Cardoso, por 1-0, e mais uma vez o golo do triunfo voltou a sorrir aos leões já nos instantes finais. 

Ao minuto 81, Tiago Tomás fez balançar as redes adversárias, num filme que já vimos tantas vezes neste campeonato.

Há quem fale em estrela, mas talvez seja melhor falar em constelação. Sorte ou não, para um Sporting que vai destacado na frente do pelotão, os minutos finais têm representado um enorme abono pontual para a formação de Rúben Amorim. O que para qualquer adepto verde e branco pode representar menos “problemas de coração”. 

Afinal, dos 45 golos que o emblema de Alvalade já facturou neste presente campeonato, 17 foram rubricados nos últimos 15 minutos das respetivas partidas,  o que perfaz 38% de todos os golos que o conjunto verde e branco tem no campeonato.

Ninguém tira maior dividendos desta fase partida. O FC Porto aparece numa segunda posição, com 11 remates certeiros, o Benfica, logo a seguir, com oito, e depois Sp.Braga, Santa Clara, Farense e Paços de Ferreira com seis.

E se viajarmos até ao período de descontos, também aqui os adeptos leoninos já festejaram por seis ocasiões, e golos que valeram triunfos sobre a buzina. Quem não se recorda de capitão Coates, em Barcelos, e em Alvalade, diante do Santa Clara, ou de Matheus Nunes, também no anfiteatro verde e branco, mas, desta feita, contra o Benfica? Caso para dizer que um jogo com o Sporting envolvido, seja na condição de visitado ou de visitante, só acaba mesmo com o apito final do árbitro.

Leia Também: “Calma lá dona Dolores, o Ronaldo ainda precisa de me pedir a 7”