Início Mundo Moscovo apoia "administração" provisória com talibans no Afeganistão

Moscovo apoia "administração" provisória com talibans no Afeganistão

Estas declarações surgem uma semana antes da realização em Moscovo de negociações em que participam autoridades de Cabul e os talibans, na presença de várias delegações internacionais, incluindo a de Washington.

A Turquia também anunciou que deseja acolher em Istambul, em abril, negociações de paz para o Afeganistão, segundo o ministro das Relações Exteriores, Mevlüt Cavusoglu.

“A formação de uma administração interina inclusiva seria a solução lógica para o problema de integração dos talibans na política afegã”, disse aos jornalistas a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.

O tempo para um acordo está a acabar com a aproximação do fim, a 01 de maio, da possível retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão

Para tal, os Estados Unidos estão a tentar dar um impulso nas negociações sobre uma solução pacífica para o conflito afegão.

Os Estados Unidos apresentaram uma nova proposta de paz às autoridades de Cabul e aos talibans, incluindo a criação de um “novo governo inclusivo”, de acordo com uma carta do chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, revelada pelos media afegãos.

Na segunda-feira, Washington pediu “uma aceleração” do processo de paz no Afeganistão, dizendo que o progresso era “possível”.