Início Notícias "Deixemos atuar a Justiça e que Maradona descanse em paz"

"Deixemos atuar a Justiça e que Maradona descanse em paz"

O advogado de Diego Armando Maradona, Matías Morla, recorreu, esta sexta-feira, às redes sociais para apelar ao ponto final na polémica gerada em torno da morte do antigo internacional argentino, a 25 de novembro de 2015, vítima de uma paragem cardiorrespiratória.

O jurista lamenta as críticas de que o próprio tem vindo a ser alvo da parte de pessoas como as filhas de El Pibe, Dalma e Gianinna, ou Mario Baudry, advogado do filho menor do ex-jogador, Diego Fernando.

“Três meses e meio depois da morte do meu amigo, existem estes cenários: Um advogado a passar, como um louco, informação falsa à imprensa e as suas consequências: jornalistas sérios verificam os dados e não publicam. Jornalistas vagos, publicam sem verificar”, começou por escrever.

“Também há aquelas dominadas pelo dinheiro, desequilibradas e desunidas, que nunca trabalharam. Com batalhas pessoais e judiciais, com o nosso amado Diego em vida. Ficam à margem as irmãs que são Don Diego e Doña Tota. Gente de bem, Diego em estado puro”, prosseguiu.

“O cómico desta história é que o advogado televisivo que fala do meu património (ilícito) está acusado pela Justiça num processo por enriquecimento ilícito devido a corrupção. Deixemos atuar a Justiça e que Diego Maradona descanse em paz. Por favor”, concluiu Matías Morla.

Leia Também: Novos (e polémicos) áudios do médico de Maradona: “Passa o dia bêbedo”